Notícias

Presidente Cabo Verde inaugura o Centro de Estudos e Pesquisas em Igualdade, Segurança e Justiça Racial, da Universidade Zumbi dos Palmares

 Neste sábado, 31 de julho, o reitor José Vicente, da Universidade Zumbi dos Palmares, recebe a visita do presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, para realizar a conferência de Instalação do Centro de Estudos e Pesquisas em Igualdade, Segurança e Justiça Racial. Ainda durante sua segunda visita à instituição de ensino, o presidente será agraciado com a Medalha do Mérito Cívico Afro-brasileiro.

Para o reitor, “é uma honra renovada receber, mais uma vez, o presidente Jorge Carlos Fonseca e conceder-lhe nossa medalha em reconhecimento à sua luta contra o racismo e em favor da igualdade e da justiça racial em Cabo Verde”.

Do evento – marcado para ter início às 16h – participarão 25 caboverdianos que moram na cidade de São Paulo, além de outros 25 convidados da instituição comunitária de ensino superior.

Fonseca, que foi presidente da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) entre 2018 e 2020, fará um pronunciamento de cerca de 30 minutos. Em seguida, o reitor José Vicente anunciará a criação do Centro de Estudos sobre Igualdade e Justiça Racial, que tem como objetivo orientar e realizar debates e estudos voltados para o estabelecimento de políticas públicas e privadas antirracistas e de promoção da igualdade racial no âmbito da segurança pública e privada e da justiça.

O novo Centro será integrado, entre outros, por oito ex-ministros: Luiz Carlos Bresser Pereira/ Fazenda (1987); Cristovam Buarque/Educação (2003-2004); Aldo Rebelo/  Defesa (2015-16); Raul Jungmann/ Segurança Pública (2018); José Henrique Paim/Educação (2014-2015); José Eduardo Cardoso/Justiça (2011); Edson Santos/Igualdade Racial (2008-2010); Eloi Ferreira/Igualdade Racial (2010-2011) e Luis Inácio Adams/Advocacia Geral da União (93-2017).

Além deles, aceitaram o convite do reitor José Vicente os secretários Antônio Fernando Pedro (Mudanças Climáticas) e Elza Paulista de Souza (Segurança Urbana), além dos ex-secretários da Justiça Eunice Prudente, Hédio Silva, Belizário Santos Jr. E Eloisa Arruda, bem como Antônio Claudio Mariz de Oliveira (Segurança Pública)

Fazem parte ainda do Centro Otávio Brito, ex-procurador geral do Ministério Público do Trabalho; o jurista Pierpaolo Bottini; Marcelo Knobel, ex-reitor da Unicamp; Timothy Mulholland, ex-reitor da Universidade de Brasília; o médico Raul Cutait; o ouvidor da Polícia de São Paulo, Elizeu Soares Lopes; Hélio Santos, presidente da Oxfam Brasil; Marcio Elias Rosa, ex-procurador geral de Justiça; os ex-presidentes da OAB Marco da Costa (SP) e Cesar Brito (nacional); Susana Durão, professora de antropologia da Unicamp e autora do livro Caso Carrefour: Segurança Privada e Racismo; Fernando Capez, diretor-executivo do Procon; o procurador de justiça Nadir de Campos Jr.; a física Sonia Guimarães; Jefferson Nazário, presidente da Fenavist; Josué Correia Paes, Relações Institucionais da diretoria de Segurança Corporativa do Hospital das Clínicas de São Paulo; o advogado Fernando Capano; o presidente da União Geral dos Trabalhadores, Ricardo Patah; o presidente da Associação Escola de Seguranças, Ricardo Tadeu Correa; e a ex-reitora da Universidade Estadual da Bahia, Ivete Sacramento.

A lista de integrantes do Centro de Estudos e Pesquisas em Igualdade, Segurança e Justiça Racial inclui ainda o presidente da Fenavist – Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores, o cantor Martinho da Vila, a atriz Zezé Mota, os escritores Paulo Lins e Tom Farias.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like

Read More