Copyright 2017 - Custom text here
No event in the calendar
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Home

O Atlas da Violência revela que negros como perfil típico como vítima de homicídios

 

Dados do SIM (Sistema de Informação sobre Mortalidade) foram analisados por dois órgãos, o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e a organização não governamental (ONG), Fórum Brasileiro de Segurança Pública que tiveram como resultado o Atlas da Violência 2017. O mapa que revela as taxas de homicídios no país traçou também o perfil das vítimas mais recorrentes da violência; são eles homens negros, com baixa escolaridade.

Apesar das baixas dos casos, entre 2005 e 2015 houve um aumento de homicídios da população entre 15 e 29 anos de 17,2%. A violência aumentou ainda mais dentro da população de homens negros, que no mesmo período e faixa etária, sentiu o crescimento da mortalidade em 18,2%, enquanto a de homens não negros percebeu uma queda de 12,2%.  A população negra feminina demonstrou, também, uma mesma alta de 22%, já entre as mulheres não negras, a violência caiu em 7,4 %.

Dentre os maiores causadores das vítimas fatais, está a arma de fogo, responsável por 71,9% dos homicídios. As maiores taxas de crime de morte, na região Norte e Nordeste do Brasil, todas, com exceção do Tocantins e Amazonas, superiores a 100%. O Norte, portanto, é a região que abriga o município mais violento, Altamira no Pará, já no Sul, o fenômeno é inverso, dados revelam, que o município mais pacífico é o de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina.

O estudo demonstra também, que a intervenção policial vem matando mais do que o roubo seguido de morte, o latrocínio, colocando em questão a abordagem da corporação. "A letalidade policial e a vitimização policial que a ela se associa são produtos de um modelo de enfrentamento à violência e criminalidade que permanece insulado em sua concepção belicista, que pouco dialoga com a sociedade ou com outros setores da administração pública", dizem os autores do estudo.

f t g m

Zumbi dos Palmares