Grande Otelo (1915-1993) – ator e cantor

Nascido em Uberlândia (MG), Sebastião Bernardes de Souza Prata foi o primeiro ator negro brasileiro de projeção nacional e internacional. O apelido veio das aulas de canto, pois o professor previu que ele cantaria o papel de “Otelo”, de Verdi, quando crescesse. A carreira artística começou nas ruas da cidade natal, quando o menino cantava e fazia graça para os transeuntes em busca de um trocado. Quando um circo chegou a cidade, Grande Otelo se apresentou com eles e seguiu viagem para São Paulo. Começava assim uma longa carreira de ator de teatro e de cinema, especialmente em comédias ao lado de Oscarito. Gravou também títulos com diretores do Cinema Novo como “Rio Zona Norte”, de Nelson Pereira dos Santos e “Macunaíma”, de Joaquim Pedro de Andrade. Foi o primeiro ator negro a atuar no Cassino da Urca e, mais tarde, participou de vários programas de televisão. A Escola de Samba Estácio de Sá o homenageou em 1986 e a Escola de Samba Santa Cruz fez o mesmo em 2015, no Rio de Janeiro.

Fonte: todamateria