Eduardo Germano

Há cerca de dois anos, Germano passou a integrar a equipe que começou a desenvolver chatbots para diferentes usos no negócio. No final de 2018, trabalhou em um projeto piloto para WhatsApp que permite que o cliente consulte seu limite do cartão. “Isso foi aprimorado a partir de 2019, com a disponibilização de diferentes serviços financeiros aos clientes. Também iniciamos o atendimento no e-commerce da Renner utilizando IA, via chatbot”, conta ele. Com a pandemia de Covid-19 e o fechamento temporário das lojas físicas, o WhatsApp ganhou papel de protagonista nas operações da varejista. “Recentemente apoiei o desenvolvimento do projeto de vendas por meio da ferramenta de mensagem instantânea, que foi colocado em funcionamento em cerca de uma semana”, explica o chatbot advocate. Atualmente, Germano também contribui com squads de outras empresas do grupo e procura compartilhar ao máximo conhecimento com outras áreas para novos desenvolvimentos, promovendo a colaboração para gerar valor ao negócio. “Procuro servir de exemplo de liderança inspiradora”, diz generosamente o jovem que seguiu à risca as lições do grupo paulistano de rap. “O preconceito racial ainda existe. Somos minoria e grande parte das oportunidades nem chega até nós. Enfrentei muitos desafios para chegar aonde cheguei, mas não podemos sonhar com pouco. Temos o direito de sonhar com o que quisermos porque somos capazes.”

Fonte: forbes.com.br