Anne de Sena Macedo

No último ano da faculdade de Biomedicina, enquanto a maioria dos alunos pensava em estagiar nos laboratórios conveniados, ela queria viver essa experiência em uma grande empresa. Começou, então, a pesquisar opções em companhias de diagnóstico laboratorial e se inscreveu no processo seletivo do Grupo Fleury. “O processo era dividido em duas fases: uma prova inicial, que selecionava os 15 melhores, e uma avaliação por entrevista, que incluía falar sobre o projeto de TCC (trabalho de conclusão de curso). Eu já havia concluído o meu pelo Instituto de Medicina Tropical da USP e acabei ficando entre as cinco selecionadas”, conta, com orgulho.Nos 12 meses de estágio, Anne participou do desenvolvimento de um kit capaz de melhorar a análise de identificação humana. Em seguida, a jovem biomédica foi efetivada na empresa de diagnósticos como analista júnior de laboratório. ”Fui promovida a analista pleno e ganhei um prêmio de inovação pelo desenvolvimento de um projeto que unificou diferentes exames em uma única
coleta.” Na sequência, Anne foi promovida a analista sênior e, posteriormente, a assessora laboratorial. Atualmente, é assessora técnica de laboratório no setor de métodos moleculares, responsável por toda a parte da realização dos testes de diagnóstico da Covid-19 e estruturação da equipe. “O sucesso da cura está totalmente relacionado ao bom diagnóstico e isso que nós fazemos.” Anne reconhece, no entanto, que as coisas nunca foram fáceis. Egressa da escola pública e filha de nordestinos que se mudaram para São Paulo em busca de uma vida melhor, ela atribui à família tudo que conquistou até hoje. “Embora não tenham tido oportunidades de estudar, meus pais sempre me ensinaram a batalhar e lutar pelos meus objetivos, mostrando que a chave do sucesso é o conhecimento”. “Até o ano passado, uma das minhas maiores dificuldades era conciliar o trabalho com as tarefas em casa e o mestrado”, diz ela, que concluiu a especialização em Ciências Biomédicas com ênfase em Infectologia. “Foram dois anos muito difíceis, mas consegui superar sem perder o foco dos objetivos da minha vida e de onde eu queria chegar na empresa.”

Fonte: forbes.com.br